Tirar NOTA BAIXA é um PROBLEMA?
O que você faz quando seu filho recebe uma nota baixa? Algumas mães e pais recebem a nota baixa dos filhos com algo muito ruim, reclamam e pressionam as crianças. Mas a reflexão que eu quero trazer aqui é a seguinte: a nota baixa sozinha diz quem a criança é?
Vamos pensar! Primeiramente, a nota é baixa para quem? Faço essa provocação, pois junto com o resultado de uma avaliação escolar, pode vir também uma autocobrança como mãe e pai, revelando o quanto são bons ou fracassaram nesta missão. Mas todo ser humano é muito mais que um resultado isolado, concorda? Por isso, é preciso a presença, participação e mediação dos pais para saber se, de fato, uma nota baixa é um problema.


Qual foi a causa da má pontuação? Está relacionada às habilidades e preferências das crianças nos estudos? A criança corre o risco de perder o ano? Apresenta algum problema de aprendizado? O que pode ser feito? Todas essas questões devem ser levadas em consideração e se for identificado que existe realmente um problema, aí sim a criança precisa de ajuda!


O segundo momento é avaliar qual o tipo de ajuda necessária para esse problema. A participação da família é fundamental nesse processo, na criação de uma rotina em casa, na mediação dos momentos de estudo, mudanças de hábitos, revisão de crenças e expectativas… Se após toda essa observação, você identificar que uma nota baixa isolada não configura nenhum problema para o seu filho, permitir esse resultado não é aceitar que a criança não estude. Pense que cada família dá um valor diferente para a escola e é importante ter claro os seus próprios valores.

 

A criança precisa ter sempre um resultado máximo? Aceitar uma nota baixa não significa exigir menos, mas sim exigir e valorizar mais o que a família acredita.

 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *