Os empreendedores brasileiros podem informar ao fisco e sistema aduaneiro as movimentações com comércio exterior através da Declaração Única de Exportação (DU-E), disponível no Portal Único de Comércio Exterior. Mais simples do que o modelo de envio dos dados via Webservice, utilizado por quase todas as grandes empresas, o sistema passará a ser o único processo de declaração de exportações a partir do dia 2 de julho desse ano.

Com a modernização, será possível substituir os três documentos processados nos sistemas antigos – Registro de Exportação (RE), Declaração de Exportação (DE) e Declaração Simplificada de Exportação (DSE) – pela DU-E. A nova Declaração também passa a ser integrada com a Nota Fiscal Eletrônica (Nfe) dos produtos exportados, garantindo o maior controle da operação, além de se reduzir o número de informações prestadas e o paralelismo dos fluxos processuais.

A data limite também marcará a interrupção de novos registros nos módulos Novoex, DE-Hod e DE Web, sistemas em vigor para a realização de exportações, que ficarão disponíveis apenas para consultas e retificações dos registros previamente efetuados.

Mais informações sobre a mudança podem ser obtidas no Portal do Sistema Integrado de Comércio Exterior (SISCOMEX).

Fonte: Agência Sebrae de Notícias Bahia – http://www.ba.agenciasebrae.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *